Maio 04 2010

 

 

 

 

 

 

 

O Palácio Pombal, ou dos Carvalhos, foi propiedade da familia do famoso Conde de Oeiras e Marquês de Pombal.
Foi o Marquês de Pombal, que, por volta de 1770, iniciou importantes obras de restauro e ampliação, contratando o escultor João Grossi para o embelezamento dos interiores, nos quais se salientam os magníficos tectos em estuque, as bonitas pinturas murais e diversos painéis de azulejos.
O Palácio manteve-se na família Pombal durante todo o século XIX. Em 1921, a parte extrema do lado sul, foi vendida a José da Silva Graça para demolição e posterior ampliação e reedificação do edifício do jornal O Século. A parte central do edifício foi adquirida pela Câmara Municipal de Lisboa, em 1968, na posse da qual se mantêm até hoje.

publicado por blackcrowes às 12:10
Tags:

"O fim de uma viagem é apenas o começo doutra. É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na Primavera o que se vira no Verão, ver de dia o que se viu de noite. É preciso recomeçar a viagem. Sempre." - Saramago
mais sobre mim
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

16
17
19
21
22

23
25
27
28
29

30
31


pesquisar
 
Visitas desde Fevereiro 2011
free counters
blogs SAPO