Maio 14 2010

 

 

 

 

 

 

A Capela do Leão, talvez assim designada pela escultura patente, representando um desses animais, ou em memória do Cardeal (D. Jorge da Costa), cujas armas ostenta, é a peça capital que a vila conserva.

Metido num recanto, com grade exterior a defendê-lo (fotos 1 e 2), tem um formoso portal trabalhado em granito escuro e duro da região, de perfeito estilo Renascença. Em nicho aberto, sobre a porta vê-se uma imagem em mármore branco, de Santa Catarina, e sob a cornija, ladeando pilastras lavradas, dois óculos ou medalhões emolduram dois bustos humanos em relevo (foto 3).

No interior da capela guarnecida de azulejos e imagens, com uma bonita e alta grade dourada e da época, a separa a nave da capela-mor, encontra-se um valioso retábulo pintado em tábuas do séc. XVI com seis painéis. O tecto da capela-mor é de estilo gótico com um florão com ar armas de D. Jorge da Costa. - No "Guia de Portugal III - Beira Baixa e Beira Alta"  de 1924 reedição Fundação Calouste Gulbenkian

publicado por blackcrowes às 15:00

"O fim de uma viagem é apenas o começo doutra. É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na Primavera o que se vira no Verão, ver de dia o que se viu de noite. É preciso recomeçar a viagem. Sempre." - Saramago
mais sobre mim
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

16
17
19
21
22

23
25
27
28
29

30
31


pesquisar
 
Visitas desde Fevereiro 2011
free counters
blogs SAPO