Junho 30 2010

 

 

 

 

Este belo exemplar de Tipuana Tipu originária da América do Sul, de bom porte com cerca de 23 metros de altura, centenária, de grande copa com 34 metros de diâmetro, e considerável efeito paisagístico, que embeleza o jardim desta praça do Bairro de Campo de Ourique. Ramifica a 3 metros do solo, em longas pernadas, que suportam uma copa muito ampla e bem proporcionada, que dá sombra e frescura aos utilizadores daquele espaço público. Constitui um bom exemplo da adaptação desta espécie às condições climáticas da região de Lisboa.

Muitas vezes tinha passado por esta praça e admirado esta arvore, mas foi a primeira vez que a vi florida, com um tapete amarelo aos pés, vão admira-la se poderem enquanto se apresenta em toda a sua majestosa imponência.

Os dados sobre o tamanho da arvore foram retirados do site da Autoridade Florestal Nacional.

 

publicado por blackcrowes às 10:27
Tags:

Junho 28 2010

 

 

 

 

 

 

 

O Real Mosteiro de Santa Maria de Guadalupe situa-se em Guadalupe, Caceres, Espanha. Mistura de estilos gótico, mudéjar, renascentista, barroco e neoclássico, dos séculos XIII ao XVIII.

Foi declarado Património da Humanidade pela UNESCO em 1993.

Entre diversos pontos de destaque saliento o Claustro Mudéjar, em torno do qual se localizam os dormitórios e o refeitório, de forma rectangular com belos arcos de ferradura.

No centro do pátio encontra-se um belíssimo templete mudéjar, e nas suas paredes em toda a volta expõe-se uma colecção de telas relacionadas com os milagres da Virgem.

publicado por blackcrowes às 17:25
Tags:

Junho 21 2010

 

 

 

 

 

 

 

Trujillo é uma pequena cidade na província de Cáceres. Carregada de história e com imensos monumentos, é um prazer poder caminhar pelas suas ruas, subir desde a Plaza Mayor, onde se encontra a estátua de Francisco Pizarro principal filho da cidade, e todas as casas brasonadas construídas com o ouro das Américas, até à zona medieval do castelo. Uma viagem no tempo inesquecível.

publicado por blackcrowes às 11:47
Tags:

Junho 14 2010

 

 

 

 

 

 

publicado por blackcrowes às 15:26
Tags:

Junho 09 2010

 

 

 

 

 

 

  Os habitantes de Pitões das Júnias/Montalegre, consideram-se moradores da “aldeia mais antiga e inóspita de Portugal” não sei se será verdade mas certamente este local merece os adjectivos empregues.

  Contudo para além da beleza da aldeia citada o seu ex-libris é o Mosteiro de Santa Maria de Júnias. Com a sua origem num eremitério do século IX que procurava o isolamento. Localizado num vale estreito e grandioso, está ainda hoje longe de qualquer habitação.

  Esta comunidade vivia da pastoricia, o que aumentava a sua humildade e afastamento.

  Em meados do século XIII tornaram-se cistercienses, posteriormente o mosteiro foi aumentado com a construção do claustro e ampliação da capela-mor.

  Algumas vicissitudes marcam de seguida a sua historia como a extinção das ordens religiosas, para além de um grande incêndio.

  Visitei este local ermo e carregado pela historia, sem encontrar mais ninguém no local e recuei no tempo, quase podia sentir a aura mágica do passado, à memória veio-me diversas vezes “ O nome da rosa” de Umberto Eco.

  Perto existe uma queda de água fantástica, cujo ruido é audivel à distancia.

publicado por blackcrowes às 10:49

Junho 04 2010

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na segunda metade do século XVIII D. Maria I, fez uma promessa que mandaria construir uma igreja se lha nascesse um herdeiro. Como o desejo se concretizou a construção do templo foi iniciada em 1779. Contudo o menino veio a falecer dois anos antes de finalizada a obra (1790) com variola.

De estilo barroco possui a fachada ladeada por duas torres gémeas e decorada com estátuas de santos e figuras alegóricas.

O interior é de mármore cinzento amarelo e rosa.

No transepto direito está o túmulo estilo império, de D. Maria I, que faleceu no Brasil.

publicado por blackcrowes às 14:43

Junho 01 2010

 

 

 

 

Aqui bem perto do meu serviço, esconde-se uma das mais bonitas jóias de Lisboa, o tecto da Igreja do Sacramento. Depois da sua recente recuperação, é um local a não perder, para melhor entender este local recomendo - http://www.igrejadosacramento.com/a-igreja/os-tectos-da-igreja-do-sacramento/

publicado por blackcrowes às 12:16
Tags:

"O fim de uma viagem é apenas o começo doutra. É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na Primavera o que se vira no Verão, ver de dia o que se viu de noite. É preciso recomeçar a viagem. Sempre." - Saramago
mais sobre mim
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
17
18
19

20
22
23
24
25
26

27
29


pesquisar
 
Visitas desde Fevereiro 2011
free counters
subscrever feeds
blogs SAPO