Agosto 31 2010

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Recentemente passaram pelo porto de Lisboa, três navios de guerra japoneses, o JS Kashima, o JDS Sawayuki e o JDS Yamagiri, esta visita esteve inserida nas comemorações dos 150 anos do Tratado de Paz e Amizade e Comercio entre o Japão e Portugal.

Estes navios fazem parte do Esquadrão de Treino de Força de Defesa do Pacifico, aqui ficam algumas fotos minhas, junto ainda duas imagens promocionais da viagem ao globo em seis meses, que estes vasos de guerra estão a fazer.

publicado por blackcrowes às 11:34
Tags:

Agosto 26 2010

 

 

 

 

 

 

 

O Chafariz D´El Rei edificado no século XIII, por ordem de D. Dinis, é um dos mais antigos de Lisboa, localiza-se perto da Casa dos Bicos.

Devido à grande afluência de pessoas, saiu, em 1551, uma norma camarária regulamentando o acesso à água. Cada uma das seis bicas do chafariz servia um só grupo social: negros, mulatos e índios; mouros das galés; rapazes e homens brancos, etc.

Actualmente só apresenta três das seis bicas originais.

Junto fotografias retiradas do arquivo da C.M. Lisboa para comparação.

publicado por blackcrowes às 16:51
Tags:

Agosto 24 2010

 

 

 

 

 

 

Nas palavras de uma jornalista do Publico que descrevem bem as Tapeçarias de Pastrana:

“D. Afonso V não pôde levar consigo repórteres de imagem quando tomou Arzila e Tânger. Não houve reportagens em directo, relatos ao vivo por jornalistas a falar para as câmaras enquanto, ao fundo, as tropas cercavam as cidades do Norte de África e venciam batalhas. Estávamos no final do século XV e a forma mais aproximada que o rei português tinha de registar os seus feitos era mandá-los tecer em tapeçarias. Foi o que fez.”

 

Estas tapeçarias com cerca de 10X4 metros cada, foram encomendadas pelo nosso rei D. Afonso V, como maneira de glorificar e deixar marcados na história os seus feitos de armas. Foram produzidas nas oficinas flamengas de Tournai no fim do século XV, e cerca de 1530 desaparecem de Portugal vindo a aparecer em Espanha como bens dos duques do Infantado. Estes duques cedem-nas à Colegiada de Pastrana onde ficaram esquecidas até ao inicio do século XX, altura em que foram descobertas por dois historiadores de arte portugueses.

 

Nas três tapeçarias dedicadas à tomada de Arzila temos na primeira o desembarque das nossas tropas, na segunda o cerco da cidade, e finalmente na terceira o ataque ás muralhas. Em todas é visível o nosso rei e príncipe sempre em simetria, cercados pelos principais homens de armas do reino com magnificas armaduras e estandartes.

Na tapeçaria dedicada a Tanger pode-se ver as nossas tropas a entrar na cidade por um lado enquanto os mouros a abandonam com os seus pertences e família por outro.

 

Recentemente restauradas, visitá-las do Museu de Arte Antiga até 12 de Setembro é uma oportunidade única, pois mesmo imaginado que não levarão outros 500 anos a regressar a Portugal, não sabemos quando teremos hipótese novamente.

publicado por blackcrowes às 11:28
Tags:

Agosto 20 2010

 

 

 

 

 

 

 

 

Estou ansioso por ir ver ao Museu de Arte Antiga a exposição – “D. Afonso V e a Invenção da Glória” constituída por 4 tapeçarias flamengas que representam  a conquista de Arzila e Tânger, estas tapeçarias, cada uma com 10 metros de comprimento por 4 de altura, desapareceram do nosso país cerca de 1500 com rumo a Espanha e agora pela primeira vez desde essa data, e num acordo entre os dois estados,  regressam para poderem ser admiradas.

Este facto lembrou-me de outras tapeçarias admiráveis que visitei o ano passado no Museu Catedralicio de Zamora, são cerca de 20 peças com temas históricos como a Guerra de Tróia ou as conquistas de Aníbal, a apenas um passo da nossa fronteira são algo imperdível e a visitar.

publicado por blackcrowes às 11:56
Tags:

Agosto 18 2010

 

 

 

 

 

 

 

Foi com surpresa que descobri uma Lisboa nocturna de muitas esplanadas e turistas. Sei que este fenómeno se restringe a pouco tempo durante o verão, mas é bem diferente da cidade que morre muito cedo todas as noites durante o resto do ano.

 

publicado por blackcrowes às 10:51
Tags:

Agosto 16 2010

 

 

 

 

 

Um pouco mais do mesmo...

 

 

 

publicado por blackcrowes às 14:52
Tags:

Agosto 12 2010

 

 

 

 

 

publicado por blackcrowes às 12:08
Tags:

Agosto 09 2010

 

 

 

 

O Museu da Pólvora Negra em Barcarena possui uma peça que pela sua beleza me chamou a atenção, trata-se de um painel de azulejos do século XVIII, fazia parte da desaparecida capela da Fabrica da Pólvora, e tem o recorte de quem ladeava uma porta (foto 1).

Como o manuseamento de materiais explosivos é um risco elevado, tinha-se tendencia a invocar o divino de maneira a que as vidas dos trabalhadores estivessem salvaguardadas.

Assim são quatro os santos representados no painel, estão de pé sobre pedestais e empunham os ícones que os identificam. Temos Santa Catarina em cima no lado esquerdo é invocada em doenças, perigos e diversas aflições. Do outro lado à mesma altura está Santo António, com o livro (evangelhos) onde se senta o menino. Em baixo à esquerda está Santo Adriano (foto 2), soldado romano, com a espada do martírio na cabeça, é invocado contra a morte súbita. No lado oposto, está Santo André (foto 3) com a cruz do suplicio um santo guerreiro e curador.

A beleza da obra junta-se ao significado por traz de toda a simbologia, o facto de a todos os minutos estes trabalhadores arriscarem a sua vida, e imagino o que isso representava para os próprios e para as suas famílias diariamente, quando partiam caminho do trabalho.

Esta informação foi retirada de uma ficha do Museu da Pólvora Negra.

publicado por blackcrowes às 11:55
Tags:

Agosto 06 2010

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Alvor é uma pitoresca vila que se localiza no litoral algarvio, sobranceira ao Atlântico e protegida por duas restingas de areia. Presume-se de fundação muçulmana no ano de 716, desse povo chegaram até aos nossos dias os restos do castelo e alguns Morabitos (foto 1) que na origem eram ermidas de homenagem aos homens santos, são pequenas construções quadradas, encimadas por uma cúpula hemisférica de influencia àrabe, hoje estão transformados em capelas católicas.

Já em plena época dos descobrimentos é iniciada a construção da Igreja Matriz do Alvor (fots 2 a 5), é o ex-libris do Manuelino no Algarve, sendo de assinalar a fantástica porta principal, de uma beleza dificil de descrever, com motivos alusivos a flora, fauna batalhas e simbologia religiosa.

Mas outra beleza a descobrir é a Ria do Alvor deitada aos pés da vila (fotos 6 a 8). Seja de manhã quando os pescadores partem para a pesca, ou ao fim do dia quando as esplanadas dos restaurantes abrem para servir refeições, ver o sol reflectido na água entre os barcos que descansam antes de se fazerem novamente ao mar, é algo imperdível.

publicado por blackcrowes às 11:32
Tags:

Agosto 03 2010

 

 

 

 

 

 

 

O Museu do Ar recentemente instalado em Sintra, possui um acervo de elevado valor histórico, artístico e documental. A exposição permanente do museu apresenta aviões, hélices, painéis de instrumentos, equipamentos de navegação e muitos outros objectos que assinalam a evolução histórica da aviação.
Das aeronaves expostas, destacam-se o célebre caça britânico Spitfire, o Tiger Moth, biplano de treino elementar e acrobacia e o Widgeon, um anfíbio bimotor. Existem também algumas réplicas perfeitas que representam aviões célebres dos primeiros tempos da aviação.

publicado por blackcrowes às 12:22
Tags:

"O fim de uma viagem é apenas o começo doutra. É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na Primavera o que se vira no Verão, ver de dia o que se viu de noite. É preciso recomeçar a viagem. Sempre." - Saramago
mais sobre mim
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
17
19
21

22
23
25
27
28

29
30


pesquisar
 
Visitas desde Fevereiro 2011
free counters
subscrever feeds
blogs SAPO