Novembro 29 2010

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A zona da Ribeira, um dos locais mais típicos do Porto, então quando é vista do outro lado do Douro apresentasse-nos como um quadro magnífico... não admira a sua classificação como Património Mundial.

Passear pelas suas ruas inclinadas, e entre edifícios medievais, visitar a Praça da Ribeira ou a Casa do Infante e de seguida descansar numa esplanada ao sol, enquanto vemos os barcos na sua azáfama fluvial, é algo inesquecivel.

 

"...local rico de pitoresco, na sua movimentação rude e laboriosa, quase sempre povoado de gente entregue à faina de descarga ou mercância do que aí chega, vindo da Foz ou do lado de montante. Aí se vendem, com palavras ásperas e despachadas, frutas e legumes, lampreias de Arnelas, sável de Areinho, sardinha da Afurada, uvas do Douro, morangos, melancias figos, azeitonas, maçãs, cerejas rubicundas, nozes, laranjas. Tudo quanto as fecundas terras do Douro produzem aí desembarca.

  É ao meio da manhã que esse formigar de gente rumorosa apresenta o mais vivo interesse.

  O cenário que envolve essa azáfama é dos mais estranhos que um viajante de olhos atentos poderá encontrar. Sobre o casario sobrepõe-se, em cascata, o bairro da Sé, com a grandiosa mole do paço episcopal e o edificio branco do Seminário, no alto. Para montante o quadro é dominado pela grandiosidade da ponte metálice pelo altaneiro convento da Serra do Pilar. Do outro lado do rio, de àguas profundas  e quase sempre glaucas, desdobra-se o anfiteatro de Vila Nova de Gaia, com os seus armazéns de vinho." - No primeiro guia de Portugal de 1924 - volume "Entre Douro e Minho - I Douro Litoral"

 

publicado por blackcrowes às 13:29
Tags:

Novembro 25 2010

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O percurso pedestre entre a Praia das Maçãs e a Praia do Magoito, faz parte da Grande Rota do Atlântico (GR 11/E9), por uma paisagem deslumbrante circulamos entre zonas rurais e de falésias ricas em fenómenos geológicos.

De salientar a duna fóssil do Magoito construída pela conjugação de três elementos da natureza: Terra, Mar e Ar, ou seja, areia, água e vento que contribuíram para esta parede única com a sua forma peculiar.

Partam à descoberta…

publicado por blackcrowes às 10:29

Novembro 19 2010

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Sé do Porto é um edifício romano-gótico do século XII, o seu interior é austero lembrando uma igreja fortaleza. Com uma lindíssima rosácea e uma galilé lateral (foto 3) de 1736 do famoso Nicolau Nasoni (florentino responsável pelos Clérigos e pela Casa de Mateus de Vila Real entre outras obras).

No seu interior possui um bonito altar em talha dourada do século XVIII (foto 4) e numa capela lateral o famoso “altar de prata” (foto 6) que foi escondido do saque napoleonico durante as invasões francesas, através de uma parede falsa.

O lindíssimo claustro gótico possui fantásticos painéis de azulejos (foto 7), assim como belos espaços adjacentes; a Capela de São Vicente (foto 8) e a Casa do Cabido com tectos em madeira pintada (foto 9) de 1737 representando alegorias morais de Giovani Battista.

publicado por blackcrowes às 15:56
Tags:

Novembro 16 2010

 

 

  Estas fotografias foram tiradas em meses diferentes, a lua não está a nascer no mesmo local do horizonte.

publicado por blackcrowes às 10:40
Tags:

Novembro 09 2010

 

O Parque Biológico de Gaia era um daqueles locais que andava para visitar há muito tempo, nestas situações era normal que por causa da expectativa tivesse ficado algo decepcionado, não foi seguramente o caso, este parque é um lugar magnífico que merece ser descoberto, o ideal para uma tarde em família, como foi o meu caso.

Localizado no vale do Rio Febros, é uma reserva protegida com uma grande quantidade de flora e fauna. Seguindo o percurso marcado de 3 km ao longo dos seus 34 hectares, descobrimos a paisagem natural da região.

  

 

 

 

Possui dezenas de espécies de aves (águias, grifos, grous, flamingos etc.), assim como diversos mamíferos (javalis, veados, bisontes etc.).

 

 

 

Tem ainda nos espaços dedicados à agricultura tradicional, diversas quintas antigas, com espigueiros, eiras, moinhos de água e animais domésticos.

 

 

 

 

 

Finalmente saliento a moderna sede do parque com as suas exposições e o Biorama, um complexo de módulos com diversas comunidades ecológicas representadas (mesozóico, floresta tropical, savana e deserto).

 

 

 

 

publicado por blackcrowes às 11:05
Tags:

Novembro 03 2010

 

 

 

 

 

 

 

 

Santa Maria da Feira é uma cidade bonita, entre os seus ex-líbris, o mais famoso será o castelo, local de fixação da população e origem do povoado. É famoso por ser o local de uma das principais recreações históricas medievais do nosso país.

De realce saliento ainda o convento dos Lóios, do século XVI com uma bonita escadaria dupla e monumental, com um cruzeiro a meio, no seu início existe um fantástico chafariz seiscentista. Todo este conjunto constitui uma visão imponente e que aconselho vivamente a visitar.

publicado por blackcrowes às 11:25

"O fim de uma viagem é apenas o começo doutra. É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na Primavera o que se vira no Verão, ver de dia o que se viu de noite. É preciso recomeçar a viagem. Sempre." - Saramago
mais sobre mim
Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
20

21
22
23
24
26
27

28
30


pesquisar
 
Visitas desde Fevereiro 2011
free counters
subscrever feeds
blogs SAPO