Maio 29 2012

 

 

 

 

 

 

 

 

A Quinta do Pisão, situa-se a norte do Concelho de Cascais na Serra de Sintra, possui 450 hectares de àrea, inserido no Parque natural de Sintra Cascais.

Em tempos dedicada à actividade agro-silvo-pastoril, representa um património importante, tanto na organização estrutural da paisagem, compartimentação e uso racional, como na presença de ruínas de valor cultural e arquitectónico.

A intervenção humana neste território resultou no surgimento de novos habitats e nichos ecológicos, que são hoje importantes para a preservação da natureza. No entanto, a interrupção de práticas agrícolas, bem como a gestão da floresta, provocaram o declínio dos agro-sistemas e da biodiversidade associada.

Toda a Quinta do Pisão está aberta à visitação, potenciando o turismo de natureza e dinamizando actividades lúdico-pedagógicas, através de uma rede de trilhos de interpretação ecológica, percursos pedonais, cicláveis e equestres.

O projecto de recuperação do espaço inclui também a reabilitação do património arquitectónico associado ao Casal de Porto Côvo (século XVI), nomeadamente a capela e edifícios vizinhos, assim como todos os edifícios e equipamentos utilizados para dar apoio às actividades agrícolas (estábulos, eiras, fornos, poços, entre outros). Serão desenvolvidos núcleos museológicos que ajudarão a interpretar a presença do Homem no território e os seus usos, como os Fornos de Cal e as Azenhas. A Gruta de Porto Côvo será igualmente alvo de recuperação e apresentação museológica.

A Quinta do Pisão revela-se, assim, como uma grande oportunidade e uma mais-valia para a área metropolitana de Lisboa, visto que é o maior espaço natural acessível ao público inserido em área protegida, preparado para receber visitantes e com uma gestão única no que respeita à diversidade de habitats, de paisagem e de ecossistemas. – no site da C. M. Cascais - http://www.cm-cascais.pt/

 

Há alguns anos conheci este espaço através de um acampamento de escutista, mas na altura não me tinha apercebido de todas as suas potencialidades. É uma quinta enorme, cujo centro localizado num planalto, com uma vista fantástica para a Serra de Sintra para um lado e para a costa de Cascais para outro, com uma escala esmagadora, e que em tempos foi uma seara ao lado da qual está a maior eira que alguma vez vi.

Com diversos trilhos florestais e diversos prados que nesta altura do ano se apresentam floridos por cores primaveris (alvo de um futuro post nesta blog) recomendo a visita… a entrada principal faz-se junto á barragem do Rio da Mula na estrada da Lagoa Azul – Sintra

publicado por blackcrowes às 14:31

Maio 11 2012

 

 

 

 

 

 

 

A cidade estremenha de Cáceres é para mim quase como uma segunda casa, tantas foram as vezes que lá fui nos últimos anos. Local de inesquecíveis “despedidas de solteiro”, (só num ano foram três).

 

Património Mundial, com um centro histórico medieval fantástico, cuja entrada principal é feita pela bonita Plaza Mayor, e aqui bem perto da nossa fronteira é um destino imperdível, que recomendo.

publicado por blackcrowes às 11:41
Tags:

"O fim de uma viagem é apenas o começo doutra. É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na Primavera o que se vira no Verão, ver de dia o que se viu de noite. É preciso recomeçar a viagem. Sempre." - Saramago
mais sobre mim
Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
30
31


pesquisar
 
Visitas desde Fevereiro 2011
free counters
subscrever feeds
blogs SAPO