Maio 17 2011

 

 

 

 

 

 

  

 

 

No âmbito da Noite dos Museus, a EPAL e a CML associaram-se para uma actividade, a que decidi aderir, tratou-se da travessia nocturna do Aqueduto das Águas Livres, entre a calçada da Quintinha em Campolide e a Serra do Monsanto.

Em pleno Parque do Calhau libertou-se um exemplar de coruja das torres, que tinha estado em recuperação no Centro de Recuperação de Animais Silvestres do Parque de Monsanto.

Foi uma noite diferente e mágica, em que até centenas de pirilampos, fizeram questão de estar presentes.

 

A extensão do Aqueduto das Águas Livres sobre o Vale de Alcântara possui 35 arcos, tem 941 metros de comprimento, a altura do arco maior é de 65 metros e a largura 29 metros.

 

Sobre o tema do abastecimento de água a Lisboa podem ver os meus anteriores posts:

 

- http://olharescruzados.blogs.sapo.pt/30216.html

 

- http://olharescruzados.blogs.sapo.pt/29960.html

 

publicado por blackcrowes às 13:55
Tags:

"O fim de uma viagem é apenas o começo doutra. É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na Primavera o que se vira no Verão, ver de dia o que se viu de noite. É preciso recomeçar a viagem. Sempre." - Saramago
mais sobre mim
Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
27
28

29
30
31


pesquisar
 
Visitas desde Fevereiro 2011
free counters
blogs SAPO