Setembro 20 2011

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

    Existem poucas cidades suíças localizadas em sítios tão dramáticos como Martigny, está anichada num vale largo, com encostas que sobem para os céus, cobertas de florestas e vinhas.

    O rio Rhône depois de correr mais de100 quilómetrosa direito no seu vale, faz um ângulo súbito mesmo em Martigny, seguindo depois entre montanhas para o Lago Leman.

    Os pontos altos à volta da cidade permitem vistas magnificas da mesma e dos seus monumentos, como o castelo de Batiaz, o anfiteatro romano, ou a Fundação de arte Pierre Gianadda.

    Uma cidade fantástica, onde tenho amigos, e onde me senti seguro como em minha casa, um lugar inesquecível, com uma aura especial.

 

 

publicado por blackcrowes às 17:39
Tags:

"O fim de uma viagem é apenas o começo doutra. É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na Primavera o que se vira no Verão, ver de dia o que se viu de noite. É preciso recomeçar a viagem. Sempre." - Saramago
mais sobre mim
Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


pesquisar
 
Visitas desde Fevereiro 2011
free counters
blogs SAPO